Lançamento das biografias de Marquesa de Alorna e de Antónia Ferreira

O Pato Lógico e Imprensa Nacional publicam dois novos títulos da colecção Grandes Vidas Portuguesas. Marquesa de Alorna e Antónia Ferreira, duas mulheres de garra e muito à frente do seu tempo, são as novas biografadas. O lançamento está marcado para dia 17 de Junho, às 16 horas, na Praça Verde da Feira do Livro de Lisboa.

Marquesa de Alorna, Querida Leonor, com texto de Luísa V. de Paiva Boléo e ilustrações de André Carrilho, narra a história da marquesa culta e irreverente que sobreviveu ao terramoto de Lisboa de 1755, que destruiu grande parte da cidade, e foi forçada a viver 18 anos no Convento São Félix, em Chelas, com a mãe e irmã, como consequência do infame caso dos Távora. Apesar das tragédias da sua infância e juventude, Leonor tornou-se uma influente patrona das artes, frequentando os círculos artísticos nacionais e internacionais e organizando os mais conceituados salões literários, onde era conhecida por Alcipe.

Antónia Ferreira, a desenhadora de paisagens, com texto de João Paulo Cotrim e ilustrações de Pedro Lourenço, apresenta a história de preserverança desta empresária portuguesa, numa época em que o negócio era território praticamente exclusivo dos homens. Herdou o apelido e as vinhas do pai, mas o nome dos Ferreira foi mais longe pela sua incansável dedicação ao cultivo do Vinho do Porto. Multiplicou o terreno e as plantações, introduziu grandes inovações agrícolas e lutou por apoios de um Estado que preferia comprar vinhos espanhóis. Antónia, mulher de garra, mulher do Norte, marcou o seu nome nos socalcos do Douro.

Grandes Vidas Portuguesas é uma colecção de biografias de personalidades que se destacaram em vários domínios da nossa história. É publicada em parceria pelo Pato Lógico e pela Imprensa Nacional.