Como é o Natal em Beja?

Nos últimos dias do ano, uma melodia antiga ecoa pelas igrejas alentejanas: a do Cante ao Menino. À mesa, a tradição pede borrego, pastéis de grão e porquinho-doce.

- O que comem os bejenses na consoada e no dia de Natal?  

O prato tradicional é o borrego (além do bacalhau, que é nacional). Para sobremesa, os pastéis de grão, o arroz-doce sem ovos, o porquinho doce e a doçaria conventual. 

- E como se festeja esta época, em casa e na rua?

Há uma tradição antiga que é o Cante ao Menino, em que um grupo de cantadores (grupos corais, geralmente adultos, grupos de homens, de mulheres ou mistos) se junta para cantar modas alentejanas de Natal. Canta-se por todo o Baixo e Alto Alentejo, talvez tenha mais destaque nas aldeias e vilas, onde as tradições se mantiveram sempre mais vivas. Antigamente era na rua, mas hoje em dia canta-se nas igrejas, para o público geral (tipo concerto de Natal). A tradição da época inclui o Cante ao Menino no Natal, as Janeiras no dia 1 de Janeiro e o Cante aos Reis no dia 6.

- Recorda-nos um Natal da tua infância ou juventude.

O último Natal que passei em Osterfeld, a terra da minha mãe na Alemanha, tinha 15 ou 16 anos. Fomos a um tradicional mercado de natal alemão, que são lindos. E ainda por cima nevou. 

- Se tivesses de fazer um postal natalício baseado na tua cidade, o que desenharias? 

Um pai Natal num trenó puxado por ovelhas. Mas as ovelhas estariam a pastar e o pai Natal a dormir.