André Letria vence Prémio Nacional de Ilustração

André Letria venceu o Prémio Nacional de ilustração com A Guerra, e Susa Monteiro foi distinguida com uma Menção Especial pelo título Sonho da colecção Imagens Que Contam. Este prémio é atribuído anualmente pela Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), que este ano avaliou mais de 80 obras a concurso. 

Sobre a obra vencedora, o júri destacou "a grande maturidade plástica e estética do trabalho de André Letria, a qualidade do objeto, a cadência e ritmo das páginas, assim como uma segura e sensível paleta cromática. Para além disso, existe uma perfeita articulação com o texto, equilibrando o referencial e o simbólico." 

Este é um livro de travo amargo, difícil de engolir. O ambiente é carregado de angústia, a história que conta é crua e honesta. Não é um livro fácil nem óbvio. É um livro necessário e talvez seja por isso que tem conquistado de forma inegável a crítica. Desde a sua publicação em Março de 2018, A Guerra, com texto de José Jorge Letria, já somou dez distinções.

Susa Monteiro, anteriormente distinguida como Melhor Ilustradora Portuguesa pelo Festival Internacional de Banda Desenhada, viu o seu trabalho neste livro novamente reconhecido. O júri valorizou "a qualidade do objeto, a paleta quente e expressiva das ilustrações. Há uma fluência de movimento que constrói uma narrativa onírica, assente na relação excitante entre cor e forma."

Sonho é o mais recente título da colecção Imagens Que Contam, um espaço de liberdade criativa para ilustradores contadores de histórias. Neste livro, Susa Monteiro encaminha-nos pela selva, pelo espaço, por entre mar, ilhas e vulcões, numa viagem de espanto e emoção. 

Criado em 1996, o Prémio Nacional de Ilustração promove o reconhecimento da ilustração original e de qualidade. Este ano o seu júri foi constituído por Andreia Brites, Luís Mendonça e Maria Carlos Loureiro.

Aproveita para conheceres os dois livros, A Guerra e o Sonho, com 20% de desconto comemorativo na loja online até 20 de Setembro, sexta-feira.