O Pato Lógico é um animal editorial que faz livros com pernas para andar, asas para voar e ideias que se viram para quem está para aí virado.

Antónia Ferreira, a desenhadora de paisagens

Empresária numa época em que o negócio era território praticamente exclusivo dos homens, herdou o apelido e as vinhas do pai, mas o nome Ferreira foi mais longe pela sua dedicação ao Vinho do Porto.

Marquesa de Alorna, querida Leonor

Marquesa de Alorna, nasceu em Lisboa em 1750. Apesar das tragédias da sua infância e juventude, Leonor tornou-se uma influente patrona das artes, assinando os seus poemas como Alcipe.

Destino

Um homem a olhar para o horizonte pensa no seu destino. O que será que lhe vai acontecer?

Madrid

Manuel Marsol, ilustrador madrileno, mostra-nos uma forma muito pessoal de conhecer a sua cidade.

Viseu

Ana Seixas, ilustradora portuguesa nascida em Viseu, mostra-nos uma forma muito pessoal de conhecer a sua cidade.

Sombras 2.ª edição

2.ª edição do livro, com formato 19,5 cm x 25 cm. Aqui se mostra um mundo de sombras com vida própria e tendência para revelar as verdadeiras personalidades dos seus donos.

Máquina

Há máquinas que nos prendem horas ao sofá e outras que nos transportam de casa para o trabalho. Num mundo maquino-dependente, um rapaz recebe do seu avô uma máquina diferente...

 

José Saramago, Homem-Rio

José Saramago, Prémio Nobel da Literatura, foi Saramago-menino, Saramago-adolescente, Saramago-adulto e Homem-Rio. Foi múltiplo como só um escritor o sabe ser.

Edimburgo

Um livro composto por 1 mapa e 12 sítios de Edimburgo ilustrados e descritos por Marcus Oakley.

Beja

Um livro composto por 1 mapa e 12 sítios de Beja ilustrados e descritos por Susa Monteiro.

Balbúrdia

O foguetão do Tintim, um tambor que toca assim-assim, um elefante às riscas, um pião que roda pouco, um robô que parece louco... São brinquedos e mais brinquedos...

Outono

Um homem deixa-se influenciar pela inexorável passagem do tempo, à medida que caem folhas de uma árvore. Sentado num banco de jardim, não age, mas pensa. Em quê?

Partida

O fim de um caminho é o princípio de outro. Mas há obstáculos para ultrapassar. O que fará este esquimó que não se resigna ao mundo que conhece?

Atento ao Medicamento

Não tomamos medicamentos só quando estamos doentes. Também recorremos a eles com o objectivo de prevenir doenças, aumentando assim o nosso bem-estar e a qualidade de vida.

A Ilha dos Diabretes

Neste livro sobre a diabetes, dizemos-te como podes trazer mais energia à tua vida através da alimentação, do exercício físico, da medicação e, sobretudo, de uma boa atitude.

Eu Quero a Minha Cabeça!

Céu é uma menina que gosta muito de andar de baloiço. Um dia, quando o pai a chamou para casa, disse «não» com tanta força, que a sua cabeça saltou e voou para longe.

Teatro - Atividário

Este Teatro que nasce lá atrás, nos bastidores da História, é português, por vezes vê-se grego e até fala francês:
oh lá lá, Molière, avant-scène, Scaramouche.

Dança

Ele quer dançar, mas o corpo não obedece; ela é leve e balança. Ele vive num mundo ortogonal, pesado e previsível, até descobrir que há pesos que devem ficar para trás. 

Verdade?!

Um pescador faz-se ao mar para mais um dia de pesca com o seu fiel amigo. As ondas, que pareciam calmas, revoltam-se; das profundezas emergem monstros marinhos; dos céus caem relâmpagos...

Barriga da Baleia

Sari tem quatro anos e uns pais dorminhocos. Certa manhã, cansada de esperar que estes acordassem, decidiu partir com o seu amigo Azur numa aventura de barco...

Vazio

O Senhor Vazio vive o seu dia-a-dia em busca de algo que o preencha, sem conseguir. Nem a paisagem que o rodeia nem as pinturas de um museu conseguem dar sentido à sua vida. Até que...

Capital

Um menino recebe um porquinho-mealheiro, de louça, com uma ranhura nas costas para que possa ser alimentado com capital...

Almada Negreiros, viva o Almada, pim!

Foi um artista completo: poeta, dramaturgo, romancista, artista plástico e bailarino. Ocupa um lugar central no primeiro modernismo português.

Bestial

Aqui revela-se uma série de encontros imediatos entre animais e objectos ou elementos naturais, de que resultam seres metaforicamente fantásticos.

Sombras 1.ª edição

1.ª edição do livro, com formato de 16 x 20 cm. Aqui se mostra um mundo de sombras com vida própria e tendência para revelar as verdadeiras personalidades dos seus donos.

Mar - Atividário

Se o planeta Terra tem mais mar que terra, não se deveria chamar planeta Mar? A própria vida, tanto dos animais como dos vegetais, começou no mar. Injustiças à parte, aqui fica a nossa homenagem...

Se Eu Fosse Um Livro

Um livro não é só um conjunto de folhas impressas, agrupadas de forma ordenada. Num livro esconde-se todo o mundo. Basta querer desvendá-lo.

Incómodo

Incómodo é uma mosca a voar, que incomoda. Voa para a esquerda, voa para a direita. Voa em círculos, voa a direito, para cima, para baixo, sempre a zumbir.

De Caras

Com um simples virar de página, nomes invulgares combinam-se com diferentes expressões, cortes de cabelo, barbas ou bigodes.

Domingo Vamos à Luz

Este é um livro sobre a família e a partilha de experiências entre gerações. Um pai e um filho fazem a viagem de casa até ao estádio, em dia de jogo do Benfica.

Estrambólicos

Um Estrambólico é uma criatura estranha e reservada. Um Estrambólico não anda por aí a passear na rua. Só se encontra um Estrambólico em locais escondidos e inacessíveis.