O Pato Lógico é um animal editorial que faz livros com pernas para andar, asas para voar e ideias que se viram para quem está para aí virado.

Eu Vou Ser

Um livro de André Letria e José Jorge Letria, que nos faz acreditar que podemos ser o que quisermos.

Dilema

Caminhando resolutamente em direcção a um destino seguro, uma mulher distrai-se a olhar para o seu reflexo numa janela.

Tempo

O tempo provoca erosão. O que parecia forte e inabalável decompõe-se até se transformar em pó.

1.º Direito

Este é um livro para pessoas que gostam de observar pessoas, como acontece com Graça, a protagonista desta história, contada com cores quentes, contornos policiais e alguma intriga internacional.

Marquesa de Alorna. Querida Leonor

Marquesa de Alorna nasceu em Lisboa em 1750. Apesar das tragédias da sua infância e juventude, Leonor tornou-se uma influente patrona das artes, assinando os seus poemas como Alcipe.

Impulso

Um saltador prevê o seu mergulho. A força que o impele é também desejo de superação.

Degelo

Os invernos são sempre longos de mais. As primaveras deviam chegar mais cedo.

Quito

Roger Ycaza, ilustrador e músico que mora em Quito, guia-nos pelos recantos da sua cidade.

Coimbra

Catarina Sobral, ilustradora natural de Coimbra, guia-nos pelos recantos da sua cidade.

Humberto Delgado. A Coragem do General sem Medo

Teve a coragem de falar de liberdade num tempo em que isso era pecado capital. Humberto Delgado, que a princípio apoiara o Estado Novo, tornou-se o seu mais carismático e destemido opositor. 

São Paulo

O ilustrador Andrés Sandoval guia-nos pelos recantos da maior metrópole da América Latina, onde vive desde pequeno. 

A Guerra

Nasce como uma doença sussurrada e cresce a partir do ódio, da ambição e do medo. Não ouve, não vê, tão-pouco sente; mas esmaga e cala.

A Nuvem

Certo dia, o vento desapareceu e uma nuvem instalou-se no céu, mesmo por cima de uma estrada. E assim permaneceu, estática, dias a fio.

Estás tão Crescida

Era uma vez uma menina que não parava de crescer. Cresceu tanto que, a certa altura, não cabia em lado nenhum. 

Sonho

Uma sucessão de acontecimentos vai empurrando um homem através da selva, pelo espaço, por entre mar, ilhas e vulcões, até uma estranha casa no deserto.

Antónia Ferreira. A Desenhadora de Paisagens

Empresária numa época em que o negócio era território praticamente exclusivo dos homens, herdou o apelido e as vinhas do pai, mas o nome Ferreira foi mais longe pela sua dedicação ao vinho do Porto.

Madrid

Manuel Marsol, ilustrador madrileno, guia-nos pelos recantos da sua cidade.

Viseu

Ana Seixas, ilustradora portuguesa nascida em Viseu, guia-nos pelos recantos da sua cidade.

Sombras

Aqui se mostra um mundo de sombras com vida própria e tendência para revelar as verdadeiras personalidades dos seus donos. A segunda edição do livro tem um novo formato e capa dura. 

Máquina

Há máquinas que nos prendem horas ao sofá e outras que nos transportam de casa para o trabalho. Num mundo maquino-dependente, um rapaz recebe do seu avô uma máquina diferente.

José Saramago. Homem-Rio

José Saramago, Prémio Nobel da Literatura, foi Saramago-menino, Saramago-adolescente, Saramago-adulto e Homem-Rio. Foi múltiplo como só um escritor o sabe ser.

Edimburgo

Marcus Oakley, ilustrador britânico, guia-nos pelos recantos da sua cidade. 

Beja

Susa Monteiro, ilustradora bejense, guia-nos pelos recantos da sua cidade. 

Balbúrdia

O foguetão do Tintim, um tambor que toca assim-assim, um elefante às riscas, um pião que roda pouco, um robô que parece louco... São brinquedos e mais brinquedos...

Outono

Um homem deixa-se influenciar pela inexorável passagem do tempo, à medida que caem folhas de uma árvore. Sentado num banco de jardim, não age, mas pensa. Em quê?

Partida

O fim de um caminho é o princípio de outro. Mas há obstáculos para ultrapassar. O que fará este esquimó que não se resigna ao mundo que conhece?

Atento ao Medicamento

Não tomamos medicamentos só quando estamos doentes. Também recorremos a eles com o objectivo de prevenir doenças, aumentando assim o nosso bem-estar e a qualidade de vida.

A Ilha dos Diabretes

Neste livro sobre a diabetes, dizemos-te como podes trazer mais energia à tua vida através da alimentação, do exercício físico, da medicação e, sobretudo, de uma boa atitude.

Eu Quero a Minha Cabeça!

Céu é uma menina que gosta muito de andar de baloiço. Um dia, quando o pai a chamou para casa, disse «não» com tanta força que a sua cabeça saltou e voou para longe.

Teatro

Este Teatro que nasce lá atrás, nos bastidores da História, é português, por vezes vê-se grego e até fala francês:
oh lá lá, Molière, avant-scène, Scaramouche.

Dança

Ele quer dançar, mas o corpo não obedece; ela é leve e balança. Ele vive num mundo ortogonal, pesado e previsível, até descobrir que há pesos que devem ficar para trás. 

Verdade?!

Um pescador faz-se ao mar para mais um dia de pesca com o seu fiel amigo. As ondas, que pareciam calmas, revoltam-se; das profundezas emergem monstros marinhos; dos céus caem relâmpagos.

Barriga da Baleia

Sari tem quatro anos e uns pais dorminhocos. Certa manhã, cansada de esperar que estes acordassem, decidiu partir com o seu amigo Azur numa aventura de barco...

Vazio

O Senhor Vazio vive em busca de algo que o preencha, sem conseguir. Nem a paisagem que o rodeia nem as pinturas de um museu conseguem dar sentido à sua vida.

Capital

Um menino recebe um porquinho-mealheiro, de louça, com uma ranhura nas costas para que possa ser alimentado com capital...

Bestial

Aqui revela-se uma série de encontros imediatos entre animais e objectos ou elementos naturais, de que resultam seres metaforicamente fantásticos.

Sombras

Um mundo de sombras com vida própria e tendência para revelar as verdadeiras personalidades dos seus donos. 

Mar

Se o planeta Terra tem mais mar do que terra, não deveria chamar-se planeta Mar? 

Se Eu Fosse Um Livro

Um livro não é só um conjunto de folhas impressas, agrupadas de forma ordenada. Num livro esconde-se todo o mundo. Basta querer desvendá-lo.

Incómodo

Incómodo é uma mosca a voar, que incomoda. Voa para a esquerda, voa para a direita. Voa em círculos, voa a direito, para cima, para baixo, sempre a zumbir.

Destino

Um homem a olhar para o horizonte pensa no seu destino. O que será que lhe vai acontecer?

De Caras

Com um simples virar de página, nomes invulgares combinam-se com diferentes expressões, cortes de cabelo, barbas ou bigodes.

Domingo Vamos à Luz

Um pai e um filho fazem a viagem de casa até ao estádio, em dia de jogo do Benfica. 

Estrambólicos

Um estrambólico é uma criatura estranha e reservada. Um estrambólico não anda por aí a passear na rua. Só se encontra um estrambólico em locais escondidos e inacessíveis.