Carla Maia de Almeida

Carla Maia de Almeida nasceu em Matosinhos, em 1969.

É licenciada e pós-graduada em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa com uma pós-graduação em Livro Infantil pela Universidade Católica Portuguesa. Jornalista de imprensa desde 1992. É autora da reportagem Em Nome da Filha – Retratos de Violência na Intimidade, editada em livro pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Reúne seis livros publicados na Caminho: O Gato e a Rainha Só (ilustrações de Júlio Vanzeler, 2005), Não Quero Usar Óculos (ilustrações de André Letria), Ainda Falta Muito? (ilustrações de Alex Gozblau), Onde Moram as Casas (ilustrações de Alexandre Esgaio), Amores de Família (ilustrações de Marta Monteiro) e O Secador de Livros (ilustrações de Sebastião Peixoto).

Publicou, ainda, o conto A Lebre de Chumbo, para a colecção da Associação para a Promoção Cultural da Criança, e Irmão Lobo, um romance para adolescentes e leitores mais crescidos, com edição do Planeta Tangerina. Este último foi incluído na selecção White Ravens 2014 e nomeado para o Prémio Autores 2014 – SPA/RTP – Melhor Livro Infanto-Juvenil.

Carla Maia de Almeida é autora de Ana de Castro Osório. A Mulher Que Votou na Literatura e de Carolina Beatriz Ângelo. Um Pequeno Grande Gesto de Coragem, da colecção Grandes Vidas Portuguesas, uma co-edição Pato Lógico/Imprensa Nacional, do livro Rainha dos Ares. A águia-imperial-ibérica, publicada pela Imprensa Nacional e o Museu Casa da Moeda com direção artística do Pato Lógico, e ainda dos dois títulos da colecção Geração Saudável, Atento ao Medicamento e A Ilha dos Diabretesuma co-edição Pato Lógico/Ordem dos Farmacêuticos.