André Carrilho

Ao longo de 25 anos de carreira, André Carrilho já foi galardoado com mais de 30 prémios nacionais e internacionais, nas áreas de cartoon, ilustração, caricatura e animação, e já participou em exposições colectivas e individuais em Portugal, Espanha, Brasil, França, República Checa, China e EUA. O seu trabalho já foi publicado numa extensa lista de publicações que inclui The New York Times, The New Yorker, Vanity Fair, New York Magazine, Independent on Sunday, NZZ am Sonntag, Harper's Magazine, Diário de Notícias e New Statesman. Em 2002 recebeu o Gold Award para portfolio de ilustração pela Society for News Design (EUA), um dos mais prestigiados prémios internacionais de ilustração. Em 2015 um dos seus cartoons sobre a epidemia do Ébola tornou-se mundialmente viral, sendo galardoado com o Grande Prémio no World Press Cartoon. No mesmo ano foi convidado a conceber um mural de caricaturas para decorar a famosa festa dos Oscars da revista Vanity Fair.

Ilustrou a biografia Marquesa de Alorna, Querida Leonor, com texto de Luísa V. de Paiva Boléo, da colecção Grandes Vidas Portuguesas, co-edição Pato Lógico / Imprensa Nacional.