Princesas de Portugal. Rainhas da Europa

Bárbara de Bragança teve a ideia de se fundar um grande museu de arte, que viria a ser o Museu do Prado. Leonor de Portugal era tão destemida que, certa vez, dirigiu pessoalmente a defesa do Castelo de Neustadt contra barões rebeldes. Isabel de Portugal era considerada a mulher mais bela do seu tempo. E foi graças a Catarina de Bragança que a aristocracia britânica adquiriu o hábito de tomar chá a meio da tarde. Com texto de Luís Almeida Martins, ilustrações de Marta Monteiro e design e direcção de arte do Pato Lógico, o livro Princesas de Portugal. Rainhas da Europa conta a história de quatro princesas portuguesas que assumiram papéis importantes por via de casamentos com monarcas estrangeiros.

Esta obra integra uma colecção dedicada a moedas comemorativas, publicada pela Imprensa Nacional e pelo Museu Casa da Moeda, que tem por objectivo aproximar o público infanto-juvenil da numismática, através de livros que abordam temas relacionados com a história, a geografia, a ciência e a natureza. 

 

OUTROS TÍTULOS DA COLECÇÃO:
Cara ou Coroa? Pequena História da Moeda, com texto de Ricardo Henriques e ilustrações de Nicolau;

Sou o Lince-ibérico. O Felino Mais Ameaçado do Mundo, com texto de Maria João Freitas e ilustrações de Tiago e Nádia Albuquerque;

Rainha dos Ares. A Águia-Imperial-Ibérica, com texto de Carla Maia de Almeida e ilustrações de Susa Monteiro;

Caretos e Coretos. Tradições Populares em Portugal, com texto de Vera Marques Alves e ilustrações de Carolina Celas;

Fernão de Magalhães. O Homem que se Transformou em Planeta, com texto de Luís Almeida Martins e ilustrações de António Jorge Gonçalves;

Eu Sou Lobo. O Rei da Floresta Portuguesa, com texto de Ricardo J. Henriques e ilustrações de Susana Diniz e Pedro Semeano;

Príncipe dos Mares. O Golfinho-comum, com texto de Pedro Goulão e ilustrações de Tiago Galo.